As fases transitórias da vida

As fases transitórias da vida

Quando eu era adolescente gostava muito de jogar vídeo games. Esperava ansiosamente a chegada do final de semana para ir a alguma locadora alugar alguns cartuchos e aproveitar ao máximo o tempo de aluguel dos mesmos, geralmente a locação era feita por dois dias. Fui com o passar do tempo perdendo o apreço por vídeo games, e hoje simplesmente não consigo ficar mais de vinte minutos em algum jogo, nunca imaginei que poderia ser assim.

Digamos que a idade adulta nos impõe muitas de prioridades, e o tempo sem dúvida se torna um bem muito precioso e escasso. Hoje em dia não consigo mais dispor de muito do meu tempo para jogar vídeo game, sinto um tipo de remorso ao ver as horas passarem e “não serem aproveitadas”; geralmente quando possuo algum tempo livre prefiro descansar ou me dedicar a outros hobbies que possuo. Nada contra quem joga video games, ok? Muito pelo contrario, deixo meu total incentivo, gostaria muito de reviver toda a emoção dessa fase de vídeo games que vivi.

Sim, essa foi uma fase da minha vida, assim como dezenas de outras que se passaram, boas ou ruins, alegres ou tristes. A vida de todos os seres humanos é assim, composta de inúmeras fases. Vamos caminhando, superando dificuldades, adquirindo novos conhecimentos, amadurecendo com pessoas e mudando de fase, alcançando mais um nível.

Porém, como em um vídeo game, chegamos em algumas fases onde não conseguimos encontrar a saída, a porta para a próxima fase. Ficamos por horas e horas tentando descobrir essa saída. Por vezes acreditamos ter esquecido algo nas fases anteriores que abriria a porta da próxima fase e retornamos, damos um passo atrás na esperança de voltar com a chave da próxima fase.

Nos últimos meses tenho tido a oportunidade de conversar com uma porção de amigos sobre esse assunto, parece muito comum e natural que todos nós em algum momento cheguemos em uma fase que não conseguimos passar; eu mesmo me sinto em uma fase que parece não se encerar, em uma fase que ainda possui um segredo escondido que não encontrei, segredo esse que liberaria a próxima fase e me faria seguir adiante.

O fato claro para todos com quem conversei é o fato de que realmente não se pode pular fases na vida. A vida parece nos proteger dos perigos das próximas fases, não nos permite seguir adiante sem que tenhamos todo conhecimento, bagagem e experiência necessária para encarar os desafios das próximas fases. Assim acabamos nos sentindo parados, andando em círculos, quando na verdade ainda estamos nos preparando para os novos desafios adiante.

Muitas vezes precisamos sim dar um passo atrás. Coisas que em uma certa altura da vida já deveríamos ter e ainda não temos podem nos bloquear de seguir frente. Esse é o momento de parar, refletir, olhar para trás e ir em busca de tudo que for necessário. Sem dúvida esse é um momento crítico na existência de uma pessoa, existem coisas que são muito mais fáceis que conseguir em certos momentos da vida, se não conseguimos essas coisas no momento certo precisaremos um grande esforço e coragem para buscá-las.

A escritora e jornalista Marta Medeiros disse: “Suporto tudo nessa vida, menos as fases transitórias, aquelas onde já abandonamos o lugar em que estávamos mas ainda não chegamos onde queremos”. Belas palavras, retratam muito o desconforto e agonia desse momento, não é fácil estar um local estranho, onde nada parece florescer, onde não conseguimos ao menos ver aquele pequeno ponto de luz no final do túnel.

Todo esse desalento pode ser minimizado pela consciência de que estamos evoluindo e aprendendo a cada dia. Na realidade em fases transitórias não devemos estar parados — isso sim é um problema! Na vida estar parado, parar de aprender , significa na verdade andar para trás. Temos que estar a cada dia nos preparando para uma nova fase, para um futuro desconhecido, mas que nos espera logo adiante.

É importante ter em mente também que apesar de toda dificuldade existente para passar de fase podemos esperar com certeza uma fase mais difícil a frente. A vida definitivamente não é fácil, é como um jogo cheio de fases. A cada fase concluída vem uma mais difícil, a vida é um impiedoso funil onde temos cada vez menos energia e cada vez mais responsabilidades.

A vida é bonita apesar das fases que nos dá. Algumas delas são fáceis de ultrapassar, outras muito difíceis, pedregosas, tudo deve ser aprendizado, evolução. No final, nossa vida será o resultado de todas as nossas fases. Tenho tentado aprender com minhas fases, tentado rir quando posso, chorar quando devo, tentando escutar mais do que falar e sempre de cabeça erguida olhando para frente, nem sempre é fácil, mas é preciso seguir em frente.

Creio que assim que se vive a vida. Vivendo um dia de cada vez e passando por cada fase que a vida nos trás. Que possamos ultrapassar todas fases de nossas vidas carregando sempre conosco a nossa essência, aquilo que nos faz únicos e que possamos em algum momento olhar para trás e nos sentir orgulhosos de toda nossa garra e vontade de lutar por uma vida bonita.